sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Mais 2 Detidos por tráfico de estupefaciente em locais públicos


O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da 1ª Divisão Policial, no dia 17 de janeiro, nas freguesias da Misericórdia e de Santa Maria Maior, procedeu à detenção de 2 homens, com 25 e 30 anos de idade, por serem suspeitos da prática do crime de tráfico de estupefacientes.
A PSP tem investido nestas ações policiais com o propósito do reforço do sentimento de segurança dos cidadãos que residem ou circulam em zonas onde são frequentemente confrontados com venda de drogas, causando desconforto social que a citada prática instala na sociedade.
No decorrer da ação policial, foi possível verificar que os dois detidos, isoladamente, se dedicavam à venda de estupefaciente em local público, tendo sido apreendidas 12 Doses de Cocaína e 1,31 gr de Liamba a um deles e 16 Doses de Cocaína a outro.
Os detidos já com antecedentes criminais de diversas índoles, foram presentes no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, para 1º interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coacção de Apresentações Bissemanais.
A PSP continua assim com uma estratégia de proximidade e combate à venda direta ao consumidor, que representa um dos principais potenciadores do sentimento de insegurança da população e que vem no seguimento das detenções já ali efectuadas recentemente.

Lisboa, 18 de janeiro de 2019




quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Detido por Tráfico de Estupefaciente junto a estabelecimento de ensino


O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da 2ª Divisão Policial, no dia 15 de janeiro de 2019, na freguesia dos Olivais, em Lisboa, procedeu à detenção, de 1 homem, com 26 anos de idade, por o mesmo ser suspeito da prática do crime de tráfico de estupefacientes.
No âmbito do policiamento de proximidade junto aos estabelecimentos de ensino detetaram o suspeito nas imediações do mesmo e, por recaírem suspeitas sobre possível situação de ter na sua posse produto estupefaciente procederam à sua abordagem. Nesse momento, o suspeito logrou fuga apeada, tendo sido intersetado minutos depois. Sujeito a uma revista de segurança, foram encontradas na sua posse 63 Doses de Haxixe e 129,30€ em numerário, que se presume ser fruto da atividade ilícita.
O detido, com antecedentes criminais, foi presentes no Tribunal da Comarca de Lisboa, para 1.º interrogatório judicial, tendo sido aplicada a ambos a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.



quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

PSP salva vítima de violência doméstica em flagrante delito


O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial de Oeiras, no dia 13 de janeiro, na freguesia de Carnaxide, procedeu à detenção em flagrante delito, de 1 mulher, com 50 anos de idade, pela prática do crime de Violência Doméstica, contra a sua mãe de 87 anos, numa residência particular.
A PSP teve conhecimento que, junto à residência, eram audíveis vários gritos e pedidos de socorro de uma cidadã já idosa. Quando os polícias da PSP chegaram ao local, o pedido de auxílio era perfeitamente audível, ouvindo-se também várias ameaças de morte por parte da suspeita. Por escalamento, os elementos policiais deslocaram-se para junto à porta de entrada da residência e, uma vez que a violência se manteve após o alerta dos polícias, arrombaram a porta da residência. No interior, visualizou-se a suspeita com as duas mãos à volta do pescoço da vítima, empurrando-a contra as paredes e móveis, proferindo ameaças de morte.
A suspeita foi prontamente sustida e manietada pelos polícias da PSP, cessando assim a prática do crime de violência doméstica. Em virtude de proferir frases sem qualquer nexo e ter adotado um estado catatónico, a suspeita foi conduzida ao Hospital S. Francisco Xavier, ao abrigo da lei saúde mental, onde após ser observada na urgência psiquiátrica foi determinado o seu internamento compulsivo. A vítima foi igualmente transportada ao Hospital para receber tratamento médico.



Apoio aos mais necessitados

Devido às baixas temperaturas e ao frio constante, de 9 a 12 de janeiro, a Câmara Municipal de Lisboa, através da Junta de Freguesia da Estrela, abriu as portas do Pavilhão Desportivo da Lapa, onde acolheram pessoas em situação de sem abrigo.

O Plano de Contingência disponibilizou a possibilidade de acolher 22 pessoas, de forma digna e confortável. As 4 noites contaram com 112 acolhimentos, no qual o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da 30ª Esquadra, esteve presente para fornecer o apoio necessário ao cumprimento do Plano.

A preocupação da PSP de Lisboa parte em apoiar causas humanitárias para a nossa comunidade.





terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Detido por Roubo com ameaça de seringa


O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão de Investigação Criminal, no dia 13 de janeiro de 2019, pelas 18H45, na Freguesia de Alvalade, em Lisboa, procedeu à detenção de 1 homem, com 40 anos de idade, por o mesmo ser suspeito do crime de Roubo com ameaça com uma seringa.
Polícias da investigação criminal, após alerta aos meios policiais, rapidamente se deslocaram para o local da ocorrência onde, com base nas características físicas fornecidas pela vítima, abordaram o suspeito, que minutos antes teria efetuado um roubo com ameaça de uma seringa.
Para efetivar o roubo, o suspeito deixou que a vítima entrasse no hall do prédio onde reside e, já no interior do mesmo, roubou-lhe 20 euros, tendo de seguida encetado fuga.
O detido, com antecedentes criminais, foi presente no Tribunal da Comarca de Lisboa-Juízo de Instrução Criminal, para 1.º interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de Prisão Preventiva.


segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Detido por furto em estabelecimentos

O Comando Metropolitano de Lisboa, através da Divisão Policial da Amadora, no dia 8 de janeiro, pelas 09H00, procedeu detenção de um homem estrangeiro, com 31 anos de idade por ser suspeito da prática de vários crimes de furto qualificado.

Nos últimos meses verificaram-se vários furtos em estabelecimentos comerciais, sobretudo lavandarias, no concelho da Amadora. Três suspeitos, em conjugação de esforços, vigiavam e definiam o local antes de, com recurso a arrombamento, efectuar o furto de diversas quantias monetárias.

Através de recolha de informações e respetivo processo de investigação, foi possível identificar os autores dos crimes, sendo produzida prova que permitiu imputar-lhes 8 crimes de furto qualificado e consubstanciar a emissão de um mandado de detenção para um deles, ao qual foi dado cumprimento.
O detido foi presente no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Oeste - Amadora para 1º Interrogatório judicial ficando sujeito à medida de coação mais gravosa de Prisão Preventiva.



sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

3 Detidos pela prática de crimes de Roubo e Extorsão


O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão de Investigação Criminal, no dia 08 de Novembro de 2019, pelas 07H00, no âmbito de uma investigação de factos suscetíveis de enquadrarem os crimes de roubo e extorsão, deu cumprimento a quatro buscas domiciliárias num bairro da freguesia da Santa Clara – Lisboa.
Nessa sequência procedeu-se à detenção em flagrante delito de 1 um individuo, do sexo masculino, com cerca de 27 anos de idade, o qual detinha a quantidade de 7,74 gramas de haxixe, uma faca e uma balança com resíduos suspeitos de ser estupefaciente e 6 cartões bancários pertencentes a terceiros, resultantes de furtos por carteiristas.
No decurso desta busca domiciliária, foi dado cumprimento a um mandado de detenção, que pendia sobre um segundo indivíduo, do sexo masculino, com cerca de 24 anos de idade, o qual detinha na sua residência uma arma de fogo, tipo revólver, calibre 6,35 mm.
Em resultado das diligências que entretanto se realizaram, foi detido mediante mandado de detenção fora do flagrante delito emitido por Autoridade de Polícia Criminal, um terceiro indivíduo, do sexo masculino, com cerca de 19 anos de idade, indiciado da prática de dois crimes de roubo. 
Os detidos encontram-se referenciados pela prática de pelo menos dois Roubos ocorridos no mês de Agosto de 2018, na zona do Cais do Sodré e um crime de Extorsão ocorrido no período de tempo compreendido entre os meses de Maio e Agosto do ano de 2018 na localidade das Galinheiras – Lisboa, praticados sobre um comerciante de nacionalidade estrangeira, suspeitando-se no entanto, que tenham sido os autores de outros ilícitos da mesma natureza, ocorridos em datas anteriores.
Os suspeitos subtraíram aos ofendidos, valores no total aproximado de 3.000,00 Euros (três mil euros).    
 Efetuadas todas as diligências de recolha de prova, foram os suspeitos conduzidos ao Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa para serem sujeitos a 1.º Interrogatório Judicial, tendo sido aplicada a um deles a medida de coação de Prisão Preventiva e aos restantes, apresentações semanais.

Lisboa, 11 de janeiro de 2019



terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Crime contra a natureza – Meixão


O Comando Metropolitano da Polícia de Segurança Pública de Lisboa, através da Divisão de Segurança Aeroportuária em conjugação de esforços com a Brigada de Proteção Ambiental e o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, realizou no dia de hoje, 7 de Janeiro, pelas 11h30, uma operação policial, que culminou na detenção de quatro homens, com idades compreendidas entre os 38 e os 50 anos, pela prática de crime contra a natureza e a apreensão de 104.38 quilogramas de meixão vivo - enguia europeia na fase larvar, uma espécie protegida pela Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies de Fauna e Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção (CITES).
Os indivíduos estavam a ser monitorizados e aquando da sua chegada á área de partidas deste aeroporto foram reconciliados com doze bagagens que processavam no balcão de check-in da companhia aérea para um voo que tinha como destino final um país asiático. Foram então intercetados e conduzidos para as instalações policiais onde se consolidou a expectativa dos profissionais de polícia e se verificou que o meixão estava acondicionado nas referidas malas de viagem, normais, que seriam transportadas por passageiros que não são mais do que correios pagos para o efeito. Uma vez que é determinante que o meixão chegue vivo ao destino, os arguidos garantem que as enguias bebé vão acondicionadas em água e protegidas com películas térmicas, de forma a permitir que a temperatura se mantenha estável durante todo o percurso da viagem.
O meixão, de acordo com informação técnica precedente do ICNF, constitui uma das fases de desenvolvimento do complexo e longo ciclo de vida da enguia europeia, de nome científico Anguilla anguilla, o qual tem o seu início e fim no Mar dos Sargaços, no Atlântico Norte, junto à costa americana, onde decorre a reprodução desta espécie.
Em Portugal, a captura de meixão apenas é possível no Rio Minho, estando sujeita a forte regulamentação pela legislação das pescas, nomeadamente registo dos pescadores locais na Capitania do Porto de Caminha ao abrigo do Decreto-Lei 8/2088, de 9 de Abril (Regulamento da Pesca no Troço Internacional do Rio Minho). Complementarmente, a detenção e comercialização subsequentes dependem ainda de certificado comunitário, emitido pelo ICNF, na qualidade de autoridade administrativa CITES.
Uma vez no destino, o meixão tem, sobretudo, dois aproveitamentos: o culinário, em pratos gourmet apreciados, onde os restaurantes chegam a pagar 20 mil euros por quilo; e a criação de enguias, a partir destas enguias-bebé contrabandeadas. Os criadores pagam milhares de euros por quilo aos traficantes, mas usam-no para mais do que um negócio. O meixão é, ainda, libertado em arrozais, onde cresce e engorda comendo os parasitas daquelas culturas. Dessa forma, não só ajuda na produção de arroz, como acaba – já em fase adulta – por ser comercializado em toda a Ásia e até exportado de volta para a Europa.
O valor aproximado da apreensão estima-se, na fase de destino do seu no ciclo económico, ou seja no recetor final asiático, em aproximadamente 700 000 euros.
O destino do meixão foi o Rio Tejo onde foi devolvido ao seu habitat natural. Os detidos serão presentes a juízo no dia de hoje.