sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

“Acidente na 2ª Circular”

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão de Trânsito, pelas 01h00 de hoje, ocorreu a um acidente de viação na Av. Marechal Craveiro Lopes, junto ao Campo Grande, devido a um despiste de um veículo, ligeiro de passageiros, o qual acabou por capotar e embater num poste de iluminação e danificando um pórtico de painéis direcionais. O despiste ocorreu no sentido Norte – Sul, tendo o poste de iluminação caído para o sentido contrário da 2ª circular, ou seja Sul-Norte. Do acidente há a lamentar 3 vítimas mortais, todos do sexo masculino e com idades entre os 24 e os 36 anos de idade, que seguiam no interior da viatura.
Neste momento encontra-se o trânsito condicionado dado que se encontram cortadas ao trânsito as vias mais à esquerda de ambos os sentidos, em cerca de 200 metros na zona do Campo Grande, para que os competentes serviços possam avaliar as infraestruturas.
Lisboa, 21 de fevereiro de 2020

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

“Jovem detido por Roubos com arma de fogo”


O Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, através da Divisão Policial de Sintra, no dia 12, pelas 02h00, na zona de Massamá, procedeu à detenção um homem, com 19 anos de idade, por ser suspeito da prática do crime de ROUBO.

Momentos antes o suspeito, em coautoria com outro indivíduo, abordou a vítima, uma mulher de 23 anos e, mediante ameaça com arma de fogo, roubaram-lhe a quantia de 45€ e um telemóvel avaliado em 1400€, colocando-se em fuga.

Face á pronta resposta por parte dos polícias da PSP, e através das descrições físicas dos suspeitos, foi possível localizar os suspeitos, sendo que um conseguiu furtar-se à intervenção policial, vindo a ser identificado mais tarde. Durante a fuga, o suspeito em questão deixou cair ao solo uma arma de fogo.

O detido foi sujeito a revista sumária, tendo sido localizado na sua esfera de posse o telemóvel que havia sido roubado, o qual foi restituído à vítima, e uma faca com 20 cm de lâmina.

No âmbito das diligências subsequentes, a PSP conseguiu estabelecer ligações a outros crimes de roubo, todos executados nos mesmos moldes, continuando esta Polícia a explorar e investigar outras situações.

O detido, já com antecedentes criminais, foi hoje presente ao Tribunal de Instrução Criminal de Sintra para 1ª Interrogatório Judicial tendo-lhe sido aplicada a medida de coação Termo de Identidade e Residência.
Lisboa, 13 de fevereiro de 2020

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

“Operação de fiscalização no concelho de Loures”

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial de Loures, no decurso do mês de janeiro, levou a cabo várias ações coordenadas de fiscalização a estabelecimentos na respetiva área jurisdicional.
Tal ação deriva do conhecimento obtido pelo efetivo policial da prática recorrente de jogo ilegal, cuja praxis remete à sensação de insegurança da população e desagregação familiar, muito por via dos depauperados rendimentos que sobrevivem.
Assim, resultou da fiscalização de 43 estabelecimentos:
· 1 Auto de Notícia por Detenção;
· 43 Autos de Contra-Ordenação.
Foram ainda apreendidos
· 3 Armas brancas;
· 3 Armas de fogo;
· 20 Munições de vários calibres;
· 12 Máquinas de jogo;
· 243 Maços de tabaco;
· 887,50 Euros em numerário;
· 350 Litros de Aguardente de cana; e
· 1 1 Litros de Ginja.
Com este tipo de ações, a PSP garante o cumprimento da Justiça e das medidas judiciais conexas, acreditando que desincentiva e previne o cometimento de crimes por força do seu insucesso em face da eficácia policial, transmitindo-se de igual forma à Comunidade que a PSP desenvolve com afinco as missões que lhe estão confiadas.
Lisboa, 08 de fevereiro de 2020


sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

“Operação policial resulta na detenção de doze suspeitos por tráfico de estupefacientes”

O Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, através da Divisão de Investigação Criminal, no dia 06 de fevereiro, procedeu à detenção de doze homens, com idades compreendidas entre os 20 e os 41 anos de idade, pela prática do crime de Tráfico de Estupefaciente e também de Detenção de arma proibida.
A investigação teve início no princípio de 2019 e visava dois grupos de traficantes que se dedicavam à venda de produto estupefaciente, sobretudo na zona da Amadora, mais concretamente no Bairro Casal da Mira – freguesia da Brandoa - mas com ramificações a várias outras áreas da zona de Lisboa e margem sul.
Depois de um processo apurado de recolha de prova, a PSP procedeu à realização de uma Operação para o cumprimento de 24 mandados de busca domiciliária nas zonas da Amadora, Lisboa, Sintra e Almada, operação esta denominada “Vizinho”, visando a apreensão de elementos materiais que permitissem consolidar os indícios probatórios entretanto recolhidos, e, com isso, apurar as dimensões de responsabilidade dos vários suspeitos visados pela investigação.
Das buscas realizadas foram apreendidos diversos objetos que correlacionam os detidos com o tráfico de estupefacientes, nomeadamente:
· 4800 Doses de Haxixe;
· 1 087,22 Gramas de Liamba;
· 1750 Doses de Cocaína;
· Cerca de 50 gramas de um produto suspeito de ser heroína;
· 8.268 Euros suspeitamente provenientes da promoção das vendas de estupefaciente;
· 5 Cartuchos de calibre 12;
· Balanças, produto e utensílios de corte e embalamento do produto estupefaciente.
Os detidos, alguns deles com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, e sem qualquer vínculo laboral, serão presentes durante o dia de amanhã na Instância Central, 1.ª Secção de Instrução Criminal do Tribunal da Comarca de Lisboa, para 1.º interrogatório judicial a fim de serem sujeitos às respetivas medidas de coação.
A PSP acredita que este esforço tenha um efeito positivamente impactante, neutralizando grande parte da atividade criminosa que era desenvolvida nestes locais, coibindo outros de continuar ou iniciar atos da mesma natureza à guisa de margens lucrativas bastante expressivas como acontecia no caso em investigação.
Lisboa, 07 de fevereiro de 2020


quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

“Dois detidos por Tráfico de Estupefaciente”


O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão de Investigação Criminal, no dia 02 de Fevereiro, em Alcântara, procedeu à detenção em flagrante delito de dois homens de 50 e 64 anos de idade, por ser suspeito da prática do crime de tráfico de estupefaciente.
No decurso da abordagem policial aos suspeitos foi possível apreender cerca de 98,30 gramas de Cocaína suficiente para quase 200 doses individuais.
Os suspeitos tinham ainda na sua posse a quantia de 2690 Euros, dinheiro relacionado com a referida atividade ilícita, que foi igualmente apreendido. 
A operação policial teve como principais objetivos incutir sentimento de segurança nos cidadãos que residem nas freguesias da Estrela e Campo de Ourique em Lisboa, que diariamente são confrontados com venda de drogas nas ruas por onde circulam e, em simultâneo, reprimir diretamente as práticas criminais ali desenvolvidas, para além de todas as restantes que costumeiramente estão relacionadas com este tipo de crime e que são potenciados exatamente por ele, nomeadamente no que tange crimes contra o património.
Os detidos, que se encontravam já referenciados pela PSP pela prática do mesmo tipo de crime, foram sujeitos a Constituição de Arguido e Termo de Identidade e Residência, sendo presentes em Tribunal para primeiro interrogatório judicial, onde foram aplicadas as medidas de coação de Apresentações semanais na Esquadra da área de residência.                                                                                                    

Lisboa, 06 de fevereiro de 2020

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

“Prisão Preventiva para suspeito de vários Furtos em Estabelecimentos na zona do Areeiro e Arroios”



 O Comando Metropolitano de Lisboa, através da Divisão de Investigação Criminal, no dia 2 de fevereiro, na freguesia da Penha de França, em Lisboa, procedeu à interceção de um homem sob o qual pendiam dois mandados de detenção, sendo um para sujeição à medida de coação de Prisão Preventiva e outro para cumprimento de pena de multa.
O visado, que tinha sido detido meses antes pela prática reiterada de furtos em estabelecimentos nas zonas do Areeiro e Arroios, após apresentação em interrogatório judicial, foi-lhe decretada a medida de coação de apresentações diárias. Após recurso interposto pelo Ministério Público, foi emitido mandado de detenção para cumprimento de prisão preventiva no âmbito desses autos. Sob o visado pendia ainda outro mandado de detenção para pagamento de uma pena de multa por ter sido condenado pela prática de ilícitos semelhantes.
 Aos quatro furtos qualificados e um furto simples pelo qual foi indiciado como autor, entre finais de 2018 e finais do verão de 2019, juntam-se outras três situações em que o visado foi detido em flagrante por ilícitos idênticos, e uma outra situação em que foram detetados e apreendidos objetos que constavam como tendo sido furtados do interior de uma viatura.
Após realização do devido expediente processual, o suspeito foi entregue no Estabelecimento Prisional de Lisboa onde aguardará os ulteriores termos do processo em Prisão Preventiva.
Lisboa, 05 de fevereiro de 2020

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

“Dois detidos por vários roubos na zona de Alvalade, Lumiar e Quinta das Conchas ficam em Prisão Preventiva”



O Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, através da Divisão de Investigação Criminal, no dia 31 de janeiro, procedeu à detenção de dois jovens, com 17 e 21anos de idade, por serem suspeitos da prática dos crimes de Sequestro, Roubos e Posse de Arma Proibida.
Ao longo dos últimos meses registou-se, na freguesia de Alvalade, um elevado número de assaltos cometidos por dois jovens, alguns deles cometidos com recurso a facas, alguns deles com agressões físicas efetivas junto das suas vítimas, causando um forte alarme social e receio junto da população local, alavancado ainda mais pelo recente caso do homicídio que ocorreu na zona vizinha do Campo Grande. 
Assim, a PSP, fortemente empenhada e comprometida na investigação de crimes com esta dimensão profundamente negativa, face aos elevados níveis de violência empregues, desencadeou múltiplos esforços tendentes à identificação dos responsáveis pelos Roubos ocorrido num passado recente, sobretudo nas Freguesias de Alvalade e Lumiar – Quinta das Conchas -, facto que veio a acontecer. Neste sentido, e tendo em vista a interceção dos suspeitos, a PSP estabeleceu no passado dia 30 de Janeiro, um dispositivo policial que logrou intercetar, num primeiro momento, um dos suspeitos, sendo detido em flagrante delito por estar na posse de uma faca de abertura automática e, mais tarde, o segundo suspeito, sendo transportado para a subunidade policial a fim de ser sujeito a uma série de atos processuais.
Das diligências de investigação foi possível indiciar os suspeitos pela prática de dois crimes de sequestro, posse de arma proibida e 13 crimes de Roubo com arma branca. Foram ainda aprendidos vários dos bens roubados, sendo imediatamente restituídos aos seus legítimos proprietários.
Ambos os detidos apresentam uma alargada pegada histórica por crimes contra o património, nomeada com recurso a meios violentos, referências que datam desde a sua menoridade, tendo já sido inclusivamente detidos pela PSP em ocasiões passadas.  
Os detidos foram presentes a 1.º interrogatório judicial, tendo sido aplicada medida de coação de Prisão Preventiva para ambos os arguidos.
A PSP, consciente dos efeitos altamente nefastos que são gerados por via desta criminalidade violenta e hedionda e que destroem o sentimento de segurança das populações, dedica especial primazia ao seu tratamento e decomposição investigatória, procurando não só indiciar os seus autores, mas também contribuir para reforços subjetivamente positivos junto das vítimas e população em geral, acreditando que estas detenções em concreto tenham serviço para debelar a vaga de Roubos que se fazia sentir nestas áreas geográficas.
Lisboa, 04 de fevereiro de 2020

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

“Manifestação em Lisboa dia 1 de fevereiro”



O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP informa que no dia 1 de fevereiro, a partir das 14h00, irá decorrer uma marcha/manifestação contra o racismo e violência policial, que se prevê decorrer entre a Praça Marquês de Pombal e a Praça D. Pedro IV, em Lisboa. 
Os manifestantes concentrarão na Praça Marquês de Pombal (Parque Eduardo VII) seguindo-se o desfile pela Avª da Liberdade, Praça dos Restauradores e finalizando na Praça Dom Pedro IV (Rossio).
Será encerrado ao trânsito a partir das 13h00 o corredor entre a Praça Marquês de Pombal e a Praça D. Pedro IV, mantendo-se a interdição enquanto durar o desfile.
Após o início do desfile as artérias adjacentes sofrerão um forte condicionamento de trânsito, havendo cortes momentâneos nas ruas que convergem com o percurso da manifestação.
Atendendo ao previsto condicionamento da circulação rodoviária, a PSP aconselha aos cidadãos a utilização preferencial de transportes públicos para deslocações naquela zona da cidade de Lisboa, tendo em conta que poderão igualmente ser afetadas, zonas da cidade adjacentes às artérias mencionadas.
Durante a concentração e os respectivos condicionamentos, a PSP procurará garantir o livre direito de manifestação aos manifestantes, e o direito à livre circulação e liberdade de movimentos dos não manifestantes. Como tal, solicita-se que colabore com as autoridades, respeite as ordens dos agentes e utilize, preferencialmente, os transportes públicos.
Apela-se a todos os intervenientes que a manifestação decorra no respeito pelos princípios fundamentais ao Estado de Direito Democrático.
Se considerar necessária a intervenção das autoridades policiais, não hesite em pedir a colaboração de qualquer agente de autoridade através do Telefone – 21 [POLICIA] 21 765 42 42 ou em caso de emergência, ligue 112.
Lisboa, 31 de janeiro de 2020