segunda-feira, 24 de julho de 2017

Três taxistas detidos pelo crime de especulação

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Segurança Aeroportuária, nos dias 22 e 23 de julho, procedeu à detenção de três homens, com idades compreendidas entre os 38 e os 49 anos de idade (todos eles motoristas de táxis), por serem suspeitos da prática do crime de especulação.

Os mesmos transportavam passageiros, todos eles estrangeiros, desde o Aeroporto Humberto Delgado até várias unidades hoteleiras da região de Lisboa e, numa primeira intervenção, o taxista inseriu indevidamente o valor de 4 euros no taxímetro, quando ao serviço de transporte prestado correspondia apenas 1,60 euros, relativo à bagagem que era transportada, tentando cobrar um valor de suplemento de bagagem superior ao estipulado. 

Nas restantes situações, foi inserido indevidamente o valor de 1,60 euros no taxímetro relativo a suplemento de bagagem quando não havia lugar à introdução de qualquer tipo de suplemento e na outra situação foi inserido indevidamente o valor de 2,40 euros no taxímetro, quando ao serviço de transporte prestado correspondia apenas 1,60 euros relativo à bagagem transportada.

As viaturas (táxis) utilizadas para a prática deste crime foram apreendidas.

Os detidos foram notificados para comparecerem, hoje, no Juízo de Pequena Instância Criminal de Lisboa, tendo sido decretada a suspensão provisória do processo.

No sentido de dissuadir esta prática criminosa, a PSP aconselha os utilizadores deste serviço de transporte a só pagarem a importância pelo serviço que marca o taxímetro e no ato do pagamento a exigirem sempre fatura.

Sem comentários:

Enviar um comentário