quarta-feira, 22 de março de 2017

Homem detido por exercício ilícito da atividade de segurança privada

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através do Núcleo de Segurança Privada (NSP), ontem, pelas 22h35, na zona do Lumiar, em Lisboa, procedeu à detenção de um homem de 39 anos suspeito do exercício ilícito da atividade de segurança privada.

Enquanto procediam a uma ronda da fiscalização da atividade de segurança privada, os polícias do NSP detetaram um cidadão que se encontrava a desempenhar as funções de vigilante, não estando devidamente uniformizado, o que levantou suspeitas sobre a sua situação.

Após ser abordado, informou que era titular de cartão profissional, contudo, não se encontrava a desempenhar as suas funções subordinado a qualquer empresa titular de alvará ou licença, estando contratado diretamente pela entidade para a qual se encontrava a prestar aquele serviço. Tendo-se verificado que esta entidade não é titular de licença de autoproteção, tal facto constitui crime nos termos da Lei de Segurança Privada, sendo o cidadão detido.

O mesmo foi notificado para comparecer hoje na Instância Local – Secção de Pequena Criminalidade do Ministério Público de Lisboa, tendo o processo baixado a inquérito, mantendo-se o arguido sujeito à medida de coação de Termo de Identidade e Residência.

Sem comentários:

Enviar um comentário