quinta-feira, 23 de março de 2017

Detidos 4 homens por danos contra a natureza

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através das Brigadas de Proteção Ambiental (BriPA), em colaboração com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), no dia 22 de março de 2017, na freguesia do Areeiro, em Lisboa, procedeu à detenção de 4 homens, com idades compreendidas entre os 35 e os 51 anos de idade, pela suspeita do crime de danos contra a natureza, nomeadamente a captura e destruição de exemplares de espécies protegidas de fauna, concretamente ovos de Falco Peregrinus (Falcão Peregrino).

Dois dos detidos foram visualizados a descer uma parede de betão armado com cerca de 50 metros de altura, fazendo para o efeito recurso a técnicas e equipamentos de rappel, sendo que os restantes detidos davam apoio logístico com o equipamento e faziam vigilância do local, atuando todos em comunhão de esforços com vista a concretizar o ilícito.

Os detidos foram abordados pouco depois, sendo que um deles já tinha na sua posse três ovos da espécie já referida, os quais foram apreendidos e entregues ao ICNF, que diligenciou pela sua colocação em local apropriado, vindo-se a verificar que um deles havia já sido irremediavelmente danificado.

Foi ainda apreendido todo o equipamento usado para a ação que os mesmos levaram a cabo, nomeadamente cordas, arneses, mosquetões, lanternas, um capacete e outro material próprio para rappel.

Na sequência das diligências feitas na residência de um dos detidos, foram ainda apreendidos cautelarmente cinco espécimes de falcão peregrino, por existirem suspeitas quanto à sua proveniência e legalização.

Os detidos foram presentes na Instância Local – Secção de Pequena Criminalidade do Ministério Público de Lisboa, tendo sido aplicada a medida de Suspensão Provisória do Processo, mediante pagamento de uma injunção.

Sem comentários:

Enviar um comentário