quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Casal detido por roubos à mão armada

O Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, através da Divisão de Investigação Criminal, pelas 00h15, do dia 26 de fevereiro, procedeu à detenção em flagrante delito de um homem e uma mulher, com 29 e 31 anos de idade, respetivamente, pelo crime de roubo com ameaça de reprodução de arma de fogo.

A detenção ocorreu no seguimento de comunicação, via 112, da ocorrência de um roubo na via pública, sendo vítima uma cidadã de 60 anos de idade, a quem foi apontada uma arma de fogo do tipo pistola. Dada a descrição dos dois suspeitos da prática do crime, as quais correspondiam às características dos suspeitos de uma investigação em curso na Divisão de Investigação Criminal, foram acionados diversos meios policiais, pelo que volvidos poucos minutos, procedeu-se à interceção dos mesmos na Calçada dos Barbadinhos, freguesia de Santa Engrácia, em Lisboa. Os mesmos, tinham na sua posse o produto do roubo e a arma, que se veio a constatar não ser de fogo, mas sim uma reprodução de arma de fogo para práticas recreativas, confundível com uma arma de fogo real. 

Sobre os suspeitos já decorriam diversas investigações, na Divisão de Investigação Criminal, pela prática de crimes de roubo, pelo que efetuadas diversas diligências, sob a coordenação da Unidade Especial de Combate ao Crime Especialmente Violento (UECCEV), nomeadamente buscas domiciliárias e reconhecimentos presenciais, foi possível recolher prova que relaciona o casal detido com seis roubos. 

Desta forma, a PSP conseguiu concluir com sucesso a investigação de crimes de roubo praticados na cidade de Lisboa, mais concretamente nas Zonas de Telheiras, Campo Grande, Avenidas Novas e Santos, onde os suspeitos abordavam as vítimas com ameaça de arma de fogo, subtraindo-lhes os bens que possuíam, entre os quais os cartões Multibanco, obrigando-as a fornecer os códigos PIN, efetuando levantamentos de quantias monetárias logo a seguir ao ilícito.

Ambos os suspeitos, têm antecedentes criminais, encontrando-se os dois em Liberdade Condicional no âmbito de processos crime da mesma natureza.

Os detidos estão a ser presentes no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa a 1.º Interrogatório Judicial e aplicação da medida de coação.

Sem comentários:

Enviar um comentário